Funcionário da Mercedes e motorista da Júlio Simões são presos por furtar peças

 De acordo com Boletim de Ocorrência, produtos roubados estavam dentro do baú de um caminhão

 

peças
De acordo com a Polícia Militar, peças furtadas estavam dentro do baú de um caminhão. Foto: Divulgação

 

Policiais Militares da 2ª Companhia do 6º BPM (Batalhão da Polícia Militar), prenderam na noite desta quarta-feira (19/06) duas pessoas acusadas de furtar peças da fábrica Mercedes-Benz, que fica na rua Fernão Dias Paes Lemes, Paulicéia, São Bernardo.

De acordo com o BO (Boletim de Ocorrência), após denúncia feita pelo 190, uma viatura se deslocou até a empresa e encontraram o funcionário da Mercedes William, além de Jhony Silva, motorista da empresa terceirizada Júlio Simões. Ambos foram abordados, mas nada de ilícito foi encontrado com eles, no entanto, após vistoria no caminhão M.Benz/Axor 1933 foi localizado dentro do Baú, na parte lateral esquerda,várias peças de caminhão furtadas.

Diante dos fatos, os dois homens foram conduzidos ao 2º DP (Distrito Policial) de São Bernardo, onde o delegado de plantão tomou ciência dos fatos e registrou BO por furto qualificado mediante abuso de confiança. Ambos foram indiciados e presos e ficaram à disposição da Justiça.

26 Comentários

  1. Pra isso a polícia é implacável,deveria ser assim também pra políticos e funcionário público,incluindo ai a própria polícia corrupta que tem aí em só paulo

  2. Precisa por fim de terceirizados não é de Confiança para a fábrica da Mercedes Benz só funcionários para evitar roubos trabalhar com dignidades para sustentar nossa família

    • Você tem todo direito a opinião. Mas não concordo com seu ponto de vista. Acabar com a terceirização sim, para que todos tenham o mesmo direito de benefícios , salário e igualdade com certeza. Você não pode generalizar serviços terceirizados pois um funcionário direto também estava envolvido. Sou funcionário Mercedes Benz hoje,mas nunca esqueci de onde minha origem, de uma empresa terceira e nem por isso sujei minha integridade por ganância a dinheiro facil. Pessoas trabalham de terceiro por necessidade,pois a maioria também precisa do pão de cada dia para si e seus familiares.

  3. Boa Carlos, mas acho que você não sabe ler, a matéria diz, o Funcionario da Mercedes que participou.
    Indole é indole, independente do CNPJ que está na CLT.

  4. Carlos vinicius, vou ajudar vc a interpretação de resto, funcionário Mercedes e funcionário terceirizado, isso significa que independente da empresa o que interessa e o caráter do ser humano, então achando que vc se equivocou na interpretação digo-lhe, não seja preconceituoso pois tanto um funcionário da empresa quanto um terceiro tem que sustentar a família, fique com Deus .

  5. Desculpa aí irmão,meu pai trabalha na Julio Simões e faz a rota Mercedes Benz,ele e muitos outros da empresa necessita da terceirização pra sustentar a família,não é pelo erro de um que tds tem q pagar,se for assim a Mercedes deveria fechar pq um funcionamento dela q estava roubando tbm,ou seja não culpe os outros pelo erro de um okay

  6. Acorda você não tá vendo que tinha um funcionário envolvido isso aí foi falta de caráter e vergonha na cara dos dois, terceiro e funcionários são serumanos e ambos pode pecar

  7. Vocês estão todos errados….Uma pessoa que trabalha numa empresa como a Mercedes que foi meu sonho de emprego e não consegui e é de milhares de pessoas ,empresa em que se garante o futuro e o presente sustentável da família o cidadão se presta a fazer uma MERDA dessas joga tudo fora por miséria de dinheiro….Mas não passa de um trouxa de marca maior mesmo!!!! ZE RUELA

  8. O problema é que os caras ganham uma miseria tudo bem não justifica roubar mais as empresas também rouba os funcionários. E não acontece nada.f

  9. empresas terceridaz nao deviao exixtir elas nao tem nada vendem mao de obra desqualificadas ganhao dinheiro em cima de pessos necessitadas e humildes uma real estorçao e por outro lado empresas multinacinais aceitao essas tercerisaçoes em areas de trabalhos que lhes trazem processos trabalhistas de doenças ocupacianis uma vergonha no ponto de vista essas grandes empesas se sujeitarem a esse tipo de manobra uma pena .tao ladroes quanto os funcinarios sao os seus empregadores cada quais com seus crimes

  10. Não se trata ser trabalhador terceirizado ou de multinacional, trata-se de crime de furto, falta de caráter, num país aonde se tem 13 milhões de desempregados suplicando uma vaga de emprego, que eles recebam as penas devidas por sua quebra de moral e confiança.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*