Filho de Axel, técnico do time São Caetano, morre aos 14 anos

Mais visitadas

Daniel Asafi Rodrigues de Arruda era jogador das categorias de base do Azulão e morreu em decorrência de um acidente doméstico

daniel e seu pai Axel
Daniel Asafi Rodrigues de Arruda é filho do téncico do São Caetano e era jogador das categorias de base do Azulão. Foto: Divulgação

O time São Caetano publicou na na tarde desta terça-feira (22/02) uma nota sobre o falecimento de Daniel Asafi Rodrigues de Arruda, de 14 anos, filho do técnico Axel e jogador da base do clube. O adolescente tinha sofrido um  acidente doméstico na última semana e estava internado na Santa Casa de Santos.

Pai e filho haviam sofrido queimaduras graves enquanto participavam de uma confraternização no litoral paulista. O acidente ocorreu após uma explosão em um réchaud. As chamas do utensílio, um fogareiro para esquentar comida, entraram em contato com álcool em gel.

Daniel estava internado, mas não resistiu aos ferimento e entrou em óbito nesta terça-feira.

Leia a íntegra da nota do  São Caetano:

“É com muito pesar que o São Caetano anuncia o falecimento de Daniel Asafi Rodrigues de Arruda, filho do treinador Axel e nosso atleta nas categorias de base. Daniel havia sofrido um acidente doméstico há dez dias e se encontrava internado desde então em um hospital na cidade de Santos. Hoje pela manhã ele não resistiu ao processo de recuperação e veio a entrar em óbito.

Toda a diretoria, funcionários e atletas se solidarizam com a dor de familiares e amigos e externam suas condolências neste momento de tristeza.

Mais informações sobre velório e sepultamento o clube irá divulgar nas próximas horas em seus canais oficias.

Família Azulão em Luto”

Emoção

Homenagem do irmão

Uma homenagem feita Axel Junior, irmão de Daniel, deixou muitas pessoas com a postagem feita nas redes sociais.

“Hoje meu favorito foi morar com Jesus. A melhor parte de mim se foi, mas entendo os planos de Deus. No dia ruim, glorifico a Deus por ter tido o prazer e a alegria de desfrutar da companhia do Daniel durante seus 14 anos de vida. Será eterno em minha memória. Também sou grato a Deus, pois a morte com Cristo é vida, e morrer com Deus é lucro. Meu irmão foi a pessoa mais carinhosa que conheci em 26 anos. Deus me deu, Deus levou, glorificado seja o nome do senhor! Te amarei para sempre”,  declarou Axel Junior no post.

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações