Feira de adoção “Eu amo, eu adoto” garante lar para 47 animais

Mais visitadas

Iniciativa foi realizada neste domingo na tenda azul do Parque Central, em Santo André

cães adotados em Santo André
Feira de adoção “Eu amo, eu adoto” garante lar para 47 animais

A feira de adoção “Eu amo, eu adoto” deste domingo (28) garantiu um final feliz para 47 animais, sendo 27 cachorros e 20 gatos. A ação foi realizada na tenda azul do Parque Central, em Santo André, das 10h às 15h.

O secretário de Saúde, Gilvan Junior, participou da feira e falou sobre a importância da iniciativa para a causa animal. “Foi um sucesso absoluto a última edição da feira ‘Eu amo, eu adoto’, o que mostra a confiança da população no trabalho que vem sendo realizado. Santo André tem um compromisso com a causa animal, tanto que estamos bem perto de entregar um Hospital Veterinário Municipal com área construída de 700 metros quadrados. Mais de um terço dos animais disponíveis na feira foram adotados e ganharam um novo lar. Ganha a pessoa que adota, ganha o animal que é adotado”, destacou.

A empresária Rosa Helena Machado Santana Rodrigues resgatou a vira-lata Meg e seus quatro filhotes em um lixão no final do ano passado e, desde então, lutava para que a peluda encontrasse uma família. Após participar de nove edições da feira, finalmente a vira-lata Meg, de 7 anos, teve um final feliz.

“Conseguimos doar os quatro filhotes rapidinho, mas a Meg foi ficando e pegamos muito amor por ela. Ela é muito boazinha e tranquila, gostava de ficar no meu quarto assistindo televisão. Eu estou em um misto de sentimento, de alegria pois sei que ela vai ser feliz com a nova família, orei muito para que ela encontrasse uma pessoa que cuidasse dela do jeito que ela merece, mas também bate a tristeza da separação, pois nasceu um amor nesses meses em que ela ficou comigo. Por outro lado, agora tenho a oportunidade de resgatar outros animais”, disse a protetora.

A médica e coordenadora do Comitê de Mortalidade Materna, Infantil e Fetal de Santo André, Patrícia Carla Ancelmo Maciel, de 55 anos, perdeu o seu companheiro de anos e, após viver o processo de luto, decidiu que era hora de adotar novamente.

“Eu já tive dois cachorros que faleceram por idade, o último nos escolheu pois ele foi largado no nosso portão e, ao ser acolhido, ele se sentiu muito grato e demonstrou essa gratidão todos os dias. Há cinco meses nós perdemos ele, vivemos o processo de luto e hoje decidi que estava na hora de levar mais bichinho para casa”, disse Patrícia Maciel, enquanto segurava sua nova companheira.

“A Meg tocou meu coração. Ela é muito mansinha e bem boazinha. Eu moro em apartamento e tenho outros cachorros que visitam a minha casa, então optei por um cachorro já adulto para facilitar também a adaptação”, concluiu Patrícia Maciel.

Apesar de a maioria dos adotantes procurar por filhotes, há muitas vantagens em adotar um animal adulto. Por mais que seja possível ter uma estimativa de qual será o porte de filhote, isso pode variar. Um animal adulto já atingiu o tamanho limite e formou a personalidade. Então, nada de surpresas no futuro, o que garante que a escolha do animal seja de acordo com o perfil do tutor e a socialização com outros animais e crianças seja mais fácil.

feira de adoção de animais
Feira de adoção foi realizada neste domingo na tenda azul do Parque Central, em Santo André. Foto: Divulgação/PSA

Sobre a feira – Lançada em 2017, a feira de adoção “Eu amo, eu adoto” já garantiu um novo lar para mais de 2,6 mil animais. Para adotar, o interessado deve ter mais de 18 anos, apresentar o comprovante de endereço com o nome do proprietário, além dos documentos pessoais, como RG e CPF. O adotante passará por breve entrevista, inclusive com assinatura do termo de compromisso pela posse responsável.

O processo de adoção contribui para a redução do número de animais abandonados nas ruas, prevenindo agressões, acidentes de trânsito, maus tratos e crueldade. Os novos tutores deverão exercer a posse responsável, que não implique em um novo abandono. Toda a adoção deve ser feita com muito critério e responsabilidade.

A próxima edição da feira de adoção será realizada em 25 de junho, na tenda azul do Parque Central, das 10h às 15h. O endereço é Rua José Bonifácio, s/n, na Vila Assunção.

cachorro adotado
Lançada em 2017, a feira de adoção “Eu amo, eu adoto” já garantiu um novo lar para mais de 2,6 mil animais. Foto: Divulgação

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações