Farmácia de Alto Custo é entregue e atenderá 12 mil pacientes de S.Bernardo

Moradores retiravam medicamentos especializados na unidade de Farmácia do Hospital Mário Covas e serão transferidos para Poupatempo da cidade

 

farmácia
Farmácia de Alto Custo é inaugurada dentro do Poupatempo de São Bernardo. Foto: Divulgação

 

O governo do Estado e a Prefeitura de São Bernardo inauguraram nesta segunda-feira (20/05) a primeira unidade descentralizada da Farmácia de Alto, que passará a distribuir medicamentos especializados no Poupatempo (Rua Nicolau Filizola, nº 100, Centro). Serão atendidos no local 12 mil pacientes. Antes dessa inauguração, somente o Hospital Mário Covas, em Santo André, fazia a distribuição para 41 mil pessoas.

A Farmácia de Medicamentos Especializados irá funcionar de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h e aos sábados, das 7h às 13h.

Em uma estrutura de 145 m², divididos em oito guichês, a FME irá distribuir 170 tipos de medicamentos (incluindo as fórmulas alimentares), indicados para 85 tipos de doenças, entre elas: Imunossupressores em Transplantes, Esquizofrenia, Parkinsion, Esclerose Múltipla, entre outras.

O governo estadual fez um investimento de R$ 150 mil para a implantação do serviço e mensalmente irá enviar R$ 64 mil para a manutenção do equipamento e pagamento dos funcionários. Ao todo, são 18 auxiliares de farmácia, dois farmacêuticos, um oficial administrativo e um coordenador.

A compra dos medicamentos que serão entregues na unidade do Poupatempo é de responsabilidade do Estado. Cabe ao município apenas a distribuição das doses. O secretário Estadual de Saúde também salientou que o Estado busca maneiras para normalizar a falta de medicamentos.

Estamos regularizando a compra dos medicamentos e até o final de junho, iremos normalizar a entrega das doses que são adquiridos pelo Estado. Além disso, estamos trabalhamos em parceria com o Ministério, para solucionar o problema como um todo”, disse o secretário Estadual de Saúde, José Henrique Germann Ferreira.

De acordo com o secretário, trata-se de um projeto piloto que vai ser avaliado em 90 dias, antes de expandir para Santo André (Poupatempo) e São Caetano (Atende Fácil. “Até o fim desse ano os dois novos postos também devem entregar o medicamentos”, disse ao dizer que a ideia é passar a ser agendada a entrega..

Germann acrescentou que também está em andamento estudo para ampliar a entrega dos medicamentos na residências dos pacientes. “Hoje 30% já recebem em casa e vamos ampliar”, afirmou.

A descentralização da Farmácia de alto custo é uma reivindicação antiga do Consórcio Intermunicipal do ABC, que engloba as sete Prefeituras, mas a negociação e o acordo são feitos por cada município.

Quando assumimos a Administração fui até a Farmácia de Alto Custo do Mário Covas. Queríamos saber como os nossos pacientes estavam sendo atendidos e me deparei com uma enorme fila de espera. Apresentamos uma proposta ao governador João Doria para descentralizar a unidade e melhorar o atendimento. O que estamos entregando hoje, além de promessa cumprida, é uma verdadeira vitória para os usuários”, disse o prefeito Orlando Morando (PSDB).

farmácia
Prefeito de São Bernardo e secretário estadual de Saúde inauguram Farmácia de Alto Custo. Foto: Divulgação/PSBC-Ricardo Cassin

Evento

A cerimônia de inauguração contou com a presença de autoridades entre elas coordenador do Grupo de Trabalho (GT) Saúde do Consórcio ABC, Geraldo Reple Sobrinho, e dos deputados estaduais Carla Morando (PSDB) e Coronel Paulo Nishikawa (PSL). O secretário executivo do Consórcio, Edgard Brandão, foi representando o prefeito de Paulo Serra (PSDB), presidente da entidade

Brandão afirmou que a proposta de descentralização da farmácia de alto custo é uma conquista para a região, pois o assunto é discutido pelas sete cidades há pelo menos oito anos e começou a ser discutido entre os municípios e Estado em 2011, por meio de articulação do Consórcio ABC.