1 de julho de 2022

Estado prevê entrega da Praça da Cidadania em Diadema até janeiro

Mais visitadas

Equipamento que une esporte, lazer, cultura e oficinas de qualificação será instalado no bairro Serraria

praça da cidadania de Diadema - projeção
Estado prevê entrega da Praça da Cidadania em Diadema até janeiro. Foto: Divulgação

O projeto de instalação da Praça da Cidadania em Diadema foi apresentado na manhã desta terça-feira (17) pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado a representantes da Prefeitura. O equipamento será instalado no bairro do Serraria, com previsão de entrega entre dezembro de 2022 e janeiro de 2023.

A proposta é integrar esporte, lazer, cultura e cursos de qualificação em territórios com índices consideráveis de vulnerabilidade em todo o Estado. A unidade de Diadema será na área da Sanko, anexo ao Parque Regional Oeste, próxima da Vila Socialista, no Serraria. O local foi escolhido em conjunto com a Prefeitura, vai aproveitar o espaço do parque já existente e poderá atender a população da Região Oeste da cidade e parte do Eldorado.

“Temos feito conversas há alguns meses e, nas últimas semanas, a ideia avançou bastante. É um equipamento de gestão compartilhada em territórios, para oferecer outras oportunidades. Agora o passo é ouvir a comunidade, entender quais as demandas de cursos, e apresentar uma praça que seja, de fato, apropriada pela comunidade”, disse o chefe de gabinete da Prefeitura, Mário Reali, quem lidera o grupo de debate com o Estado para a instalação da Praça da Cidadania.

A Praça da Cidadania ficará em um terreno municipal de 2.379 m² e terá quadra esportiva, arena ao ar livre, pergolado e área de jogos. Na parte de qualificação profissional, haverá sala de gastronomia, sala de beleza e bem estar, sala de esterilização, sala de moda e arte, sala de informática, sala do Banco do Povo, duas salas multiuso, sala de administração, copa e lavanderia, depósito e almoxarifado, sanitários, área técnica, horta comunitária e canteiro da escola de construção civil. Todos esses serviços anexados à estrutura existente do Parque Regional Oeste, que contam com pista de skate, pista de caminhada, parque infantil e academia ao ar livre.

Durante a apresentação, representantes da Prefeitura discutiram a possibilidade de integração de projetos já em andamento na administração. Por exemplo, unir expertise de cursos ofertados pela Fundação Florestan Fernandes, aproveitar o espaço para atividades das Secretarias de Cultura e de Esporte e Lazer, além de dialogar com empresas da cidade para que a capacitação possa envolver demandas da economia local.

Obras

O projeto executivo da Praça da Cidadania está pronto e o Fundo Social de Solidariedade do Estado aguarda retorno do departamento jurídico do Governo Estadual sobre o edital. A estimativa é a de que a licitação para contratação de empresa que executará a obra seja publicada até o fim de maio, com previsão de assinatura do contrato e ordem de serviço para agosto ou setembro.

São cinco meses de obras. Depois, a manutenção e gestão do equipamento são compartilhadas. A Prefeitura fica responsável pela área externa da Praça da Cidadania, enquanto o Estado ficará encarregado pelos insumos dos projetos e oficinas. Também haverá a seleção de uma Organização Social, que administrará os cursos oferecidos no local.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações