Escola Municipal inunda em Sto.André e causa revolta em pais de alunos

Mais visitadas

Uma mãe postou dois vídeos, sendo um de funcionários tirando a água e o outro dos alunos reunidos na biblioteca da unidade escolar

A Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) Reverendo Simão Salém, que fica no Bairro Sacadura Cabral, em Santo André, ficou inundada por conta das fortes chuvas que caíram na cidade nesta quinta-feira (09/03). Os pais se revoltaram com a situação.

Um mãe de aluno se indignou com a situação e postou nas redes sociais dois vídeos, sendo um dos funcionários tirando a água da unidade escolar e o outro de alunos, professores e funcionários dentro da biblioteca, um dos espaços onde a água não invadiu.

A mãe que postou o vídeo cobrou o prefeito (Paulo Serra) e vereadores pela situação da escola e afirmou que não dá para aceitar esse tipo de situação, pois, segundo ela, as crianças correm risco se a escola não receber a manutenção necessária. “Cadê os políticos, vereador, prefeito que só vêm atrás de votos e não fazem jus aos que recebem. A gente quer procidência logo. A gente precisa de solução rápida. Não vamos esperar cair o teto igual aconteceu no shopping e matar alguém. A gente não vai deixar isso acontecer”, afirmou a mãe no vídeo postado no Facebook dela.

Procurada, a Prefeitura de Santo André afirmou que houve um problema na calha, mas que fará a manutenção. “A Secretaria de Educação deixará uma equipe de plantão para realização de limpeza de calha semanalmente”, informou a Prefeitura. Nesta sexta-feira (10/03) uma equipe de manutenção esteve na escola para iniciar os serviços.

escola enche de água
Escola Municipal inunda em Sto.André e causa revolta em pais de alunos. Foto: Reprodução/Vídeo=mãe de aluno

Leia a íntegra da nota da Prefeitura:

“A Secretaria de Educação de Santo André informa que a Emeief Reverendo Simão Salém, no Bairro Sacadura Cabral, em Santo André, é uma das 17 escolas municipalizadas no ano de 2022 e desde setembro de 2016 não recebia intervenções de grande porte por parte do Governo do Estado de São Paulo, prejudicando as condições físicas do prédio.

 Esta escola passará por completa reforma que vai solucionar os problemas estruturais. Da mesma forma, as demais unidades que eram estaduais receberão intervenções para corrigir problemas de estrutura.

 A Emeief Reverendo Simão Salém recebeu o serviço de limpeza das calhas há 20 dias, porém a área da unidade de ensino é muito arborizada, e por conta das decorrentes chuvas e fortes ventos, houve obstrução das calhas.

A Secretaria de Educação deixará uma equipe de plantão para realização de limpeza de calha semanalmente.

 Na tarde desta quinta-feira (9) durante o período de chuvas, a direção da escola solicitou a presença dos responsáveis dos alunos tendo em vista condições adversas para o andamento do ciclo escolar. Nesta sexta-feira (10) as atividades seguem normalmente com realocações das turmas que tiveram as salas mais afetadas”.

alunos em biblioteca da Emeief e Santo André
Alunos foram colocados na Biblioteca, porque a salas de aula ficam cheias de água. Foto: Reprodução/Mãe de aluno

Mais publicações

Últimas publicações