Enfermeira de Mauá morre vítima de Covid-19

Prefeito Atila Jacomussi lamentou morte de servidora que atuava na rede de Saúde há dez anos

 

Enfermeira de Mauá Zilda Serafim, conhecida como Dona Zildinha, de 60 anos, morreu nesta segunda-feira vítima de Covid-19. Foto? Reprodução/Facebook

 

A enfermeira de Mauá Zilda Serafim, conhecida como Dona Zildinha, de 60 anos, morreu nesta segunda-feira (08/06) vítima de Covid-19. Ela estava internada no Hospital Intermédica de São Bernardo, mas não resistiu aos sintomas da doença e foi ao óbito.

“É com profundo pesar que recebemos a notícia da morte da Dona Zilda, essa guerreira, enfermeira promovida em nossa gestão, com mais de 10 anos na rede de saúde de Mauá. Ela estava afastada desde o início da pandemia, mas infelizmente não resistiu ao coronavírus. Nossas condolências à família neste momento difícil”, afirmou o prefeito em nota de pesar.

Apesar de o prefeito informar que a servidora estava afastada desde o início da pandemia, o filho da enfermeira (Douglas) informou que o desligamento foi feito em 12 de maio. “Minha mãe, Zilda Serafim, não foi afastada no início da pandemia, mas sim em 12 de maio e tendo apresentado os sintomas em 15 de maio”, afirmou.

Dona Zilda trabalhava na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Zaíra e era uma pessoa muita querida. Vários amigos e familiares lamentaram a perda da profissional pelas redes sociais.

2 Comentários

  1. Só corrigindo algo de errado na matéria minha mãe Zilda serafim não foi afastada no início da pandemia mas sim em 12/05/20 e tendo apresentado os sintomas em 15/05/20 então como filho dela eu Douglas serafim pesso uma retratação na matéria e coloque os fatos verídicos e não falsos. Desde já fico grato
    Ass:Douglas serafim filho de Zilda serafim.

  2. Realmente,ela não foi afastada no começo da pandemia,mesmo sendo grupo de risco,mais de 60 anos e hipertensa!
    Trabalhei com ela,fui demitida logo após de descobrir que tenho enfisema pulmonar,mas a gerente não nós afastou!!!

Comments are closed.