Em três anos, S.Bernardo entrega de 770 moradias e 10 mil escrituras

Investimentos atingiram R$ 215 milhões na construção de unidades habitacionais

 

Prefeito Orlando Morando entregou 10 mil escrituras de imóveis em três anos. Foto: Divulgação/PSBC-Gabriel Inamine

 

Após viver por quase duas décadas em moradia improvisada, sem condições básicas de infraestrutura, no núcleo “Ilha Pequini”, Itamar Moreira Soares, 47 anos, não escondeu a emoção ao pisar pela primeira vez em sua primeira casa própria. Às vésperas do Natal, o aposentado foi um dos moradores contemplados com os 420 apartamentos entregues pelo prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, no início de dezembro, no Residencial Novo Jardim Regina.

“É o melhor presente de Natal que poderia receber na minha vida. A sensação de ir para uma casa própria e se tornar, definitivamente, um cidadão é inexplicável. Pela primeira vez terei dignidade em falar que tenho meu próprio lar”, desabafou Itamar.

Assim como Itamar, outras 770 famílias de São Bernardo deixaram nos últimos três anos o a vida em casas improvisadas para viver em moradias novas e completas entregues pela atual gestão. Desde 2017, a atual gestão já fez a entrega  dos conjuntos habitacional: Residencial Novo Jardim Regina (420 unidades), Parque São Bernardo (156 unidades), Jardim Silvina (170 unidades) e Capelinha (24 unidades). Juntos, os empreendimentos demandaram investimento de mais de R$ 215 milhões, por meio dos programas Minha Casa, Minha Vida e Programa de Aceleração do Crescimento.

“Todas essas famílias viviam em estruturas precárias, sem condições de segurança. Com uma política habitacional eficaz, com construção de moradias em diversas frentes, agora essas 770 famílias podem dizer com segurança que tem um lar digno para morar. Com isso, vamos construindo uma cidade melhor para se viver, mais bonita e oferecendo qualidade de vida para nossos moradores”, afirmou o prefeito Orlando Morando.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

A Prefeitura de São Bernardo também tem um programa de regularização fundiária da cidade, o “A Casa é Minha”. Em três anos, cerca de 10 mil escrituras já foram entregues para moradores da cidade. Outras 6.000 processos já estão em cartório.

Moradora há mais de 40 anos do Jardim Lavínia, a dona de casa Edineide Rodrigues dos Santos, 69 anos, foi uma das beneficiadas pelo programa, em novembro deste ano, e não escondeu a emoção ao receber da mão do prefeito Orlando Morando a escritura de sua propriedade. “Foram quatro anos de angústia e ansiedade esperando por esse momento. Faltam palavras agora para descrever a felicidade deste momento. Agora posso dizer com alegria que meus 7 filhos, 8 netos e 2 bisnetos tem uma casa que um dia será deles”.

O programa já realizou a entrega de escrituras para famílias da Vila dos Poetas, Jardim Belas Artes, Parque São Rafael – 1ª Fase, Conjunto Habitacional Colinas, Vila Mariana, Vila Frei Mizuho, Pai Herói, Conjunto Habitacional Nova Silvina (Naval), Jardim Nova Canaã, Conjunto Habitacional Silvina Oleoduto, Conjunto Três Marias, Vila Biquinha, Conjunto Habitacional Jardim Lavínia – 2ª Etapa, Jardim Pinheiro e Jardim Jussara.