Em Santo André, 40 pets são adotados em feira no Parque Central

Mais visitadas

Dos 120 animais que estavam disponíveis para adoção, 32 cachorros e oito gatos ganharam novo lar

cachorros para adoção
Dos 120 animais que estavam disponíveis para adoção, 32 cachorros e oito gatos ganharam novo lar. Foto: Divulgação/PSA

Neste domingo (25/06) ensolarado, o Parque Central, em Santo André, houve a  tradicional feira de adoção “Eu amo, eu adoto” aconteceu na tenda azul e o programa Moeda Pet, que troca um quilo de garrafas PET por um quilo de ração, foi realizado na entrada principal do parque.

Dos 120 animais que estavam disponíveis para adoção, 40 foram adotados, sendo 32 cachorros e oito gatos.

“Santo André tem um grande respeito e compromisso com a causa animal e o Parque Central já se tornou referência, seja por meio da feira de adoção ou do programa Moeda Pet, que são duas iniciativas que nos enchem de orgulho. Logo, no mesmo espaço, teremos também o hospital veterinário, fortalecendo ainda mais esse vínculo e cuidado que temos com os pets”, pontuou o secretário de Saúde, Gilvan Junior.

O morador do Jardim Bela Vista, Leandro Cícero de Oliveira, de 40 anos, participou da feira de adoção acompanhado do filho Arthur Vieira de Oliveira, de 9 anos, e, juntos, levaram pra casa o Davi, um vira-lata caramelo de 3 anos.

“A gente sempre teve cachorro em casa e estávamos procurando há bastante tempo um doguinho. Ele tocou meu coração por ser bem quietinho e bonzinho. O bom é que ele não vai crescer mais. Já sei o temperamento dele, os outros todos pulavam e ele veio quietinho, pediu carinho e me conquistou”, disse.

Moeda Pet – Na edição deste domingo do Moeda Pet, houve a participação de 150 pessoas. Foram trocados 540 quilos de ração por 10.800 garrafas pet. Cada quilo de resíduos entregues no programa equivale a 20 garrafas de dois litros, 26 de um litro ou 36 de 600 ml.

O material arrecadado é encaminhado às cooperativas do Aterro Municipal de Santo André. Além de contribuir com o meio ambiente através da reciclagem, a ação do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente, do Departamento de Vigilância à Saúde, do Banco de Rações, do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e do Dr. Hato Hospital Veterinário visa a educação ambiental e a inclusão social.

Cada munícipe pode levar para casa até 3 kg de alimento para cães e gatos ou doar para ONGs cadastradas.

Sobre a feira

A feira de adoção “Eu amo, eu adoto” foi lançada em 2017. Para adotar, o interessado deve ter mais de 18 anos, apresentar o comprovante de endereço com o nome do proprietário, além dos documentos pessoais, como RG e CPF. O adotante passará por breve entrevista, inclusive com assinatura do termo de compromisso pela posse responsável.

O processo de adoção contribui para a redução do número de animais abandonados nas ruas, prevenindo agressões, acidentes de trânsito, maus tratos e crueldade. Os novos tutores deverão exercer a posse responsável, que não implique em um novo abandono. Toda a adoção deve ser feita com muito critério e responsabilidade.

A feira de adoção é realizada sempre no último domingo do mês, na tenda azul do Parque Central, das 10h às 15h. O endereço é Rua José Bonifácio, s/n, na Vila Assunção.

Próxima edição:

Feira de Adoção “Eu amo, eu adoto”

Data: 30/7/23 (domingo)

Horário: Das 10h às 15h

Local: Parque Central (tenda azul)

Endereço: Rua José Bonifácio, s/n – Vila Assunção

Mais publicações

Últimas publicações