2 de dezembro de 2021

Em filiação de ex-vice no PT, Marinho fala de Siraque e candidaturas no ABCD 

Mais visitadas

Presidente estadual do Partido dos Trabalhadores também afirmou que filiados participarão no dia 7 de setembro de “Grito dos Excluídos” no Anhangabaú 

Em filiação de ex-vice no PT, Marinho fala de Siraque e candidaturas no ABCD . Foto: Divulgação

O presidente estadual do PT, Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo, participou nesta quarta-feira (01/09) da filiação da sua ex-candidata a vice-prefeita Ana Paula Lupino. O ato foi na sede do PT, onde o petista concedeu entrevista aos jornalistas e falou sobre pré-candidaturas a deputado para 2022, possibilidade de o ex-deputado Vandelei Siraque voltar ao partido e a participação dos filiados no “Grito dos Excluídos”, marcado para 7 de setembro, às 14h, no Vale do Anhangabaú.

Marinho afirmou que as pré-candidaturas a deputado já estão definidas no ABCD sendo ele, Vicente Paulo da Silva (São Bernardo) e Orlando Vitoriano (Diadema) como deputados federais. Já os estaduais serão Teonílio Barba  e Luiz Fernando (ambos de São Bernardo), Rômulo Fernandes (Mauá), Bete Siraque (Santo André), Marta Sobral (Santo André), além de Josemundo Queiroz, o Josa, Renato do Geb  e Jandyra Uehara Alves, os três de Diadema.

  Siraque

Sobre a discussão de uma possível volta de Vanderlei Siraque ao PT, Marinho afirmou que da parte dele não há problemas. “Mas se ele teve algum atrito com a direção local, terá de recompor com o partido local. Da minha parte será bem-vindo”, afirmou Marinho.

Ao ser questionado se Vanderlei Siraque também poderá disputar as eleições caso volte ao PT, o presidente estadual da sigla respondeu que pelo que sabe ele não tem pretensões eleitorais para o ano que vem.

Grito dos Excluídos

Indagado se o partido teme confronto no dia 7 de setembro já que os bolsonaristas estarão na avenida Paulista para um ato, Marinho disse que o “Grito dos Excluídos” será em local diferente, no Anhangabaú, e acrescentou que trata-se de um movimento que acontece há muitos anos.

“Nossa polarização é contra fome e o desemprego. Vamos trabalhar de forma incansável para recolocar o Brasil nos trilhos”, disse.

Vice

Sobre a filiação de sua ex-candidata a vice, Marinho afirmou que Ana Paula “apaixonou-se pelo PT” durante as eleições que disputou pelo PTB em 2020. Para ele, trata-se de um reforço à sigla.

Ana Paula disse que saiu do PTB por decepcionar-se com a legenda e que, agora, quer um novo momento.  “O PT me trouxe de voltas às origens. Foi uma escola participar da campanha ao lado do Marinho. Ele tem história. É uma pessoa humana. Me entreguei ao PT. A ideologia do partido me preenche e vai encontro às minhas convicções“, concluiu.

 

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações