13 de abril de 2021

Em debate, Eduardo Leite relata perseguição à família na ditadura

Mais visitados

Segundo parlamentar, a casa da avó, localizada na Vila Guiomar, em Santo André, onde eram realizados debate políticos entre a família, foi metralhada

 

Em debate, vereador Eduardo Leite relata perseguição à família na ditadura. Foto: Divulgação

 

O escritório BMDP Advogados Associados, com sede em Santo André e unidade na avenida Paulista, realizou na tarde de segunda-feira (22/03) um debate virtual para esclarecer questões sobre danos morais aos anistiados.

O tema foi debatido pelos advogados Eduardo Barros de Moura, sócio-fundador do BMDP Advogados, Eduardo Leite, que também é vereador em Santo André em seu terceiro mandato, e Antônio Cecílio Moreira Pires, que é mestre, doutor, consultor jurídico e coordenador do Núcleo Temático de Direito Público da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Durante a live, o vereador Eduardo Leite relatou a história da sua família no ativismo político. Segundo ele, a casa da avó, localizada na Vila Guiomar, em Santo André, onde eram realizados debate políticos entre a família, foi metralhada pelo Departamento de Ordem Política e Social (Dops). Ele afirmou que a tia dele precisou morar na Argentina por conta da perseguição dos militares. O parlamentar ainda relatou que outros dois tios sofreram com a repressão da ditadura: Silvio Leite fugiu para o Chile e João Batista, foi preso e torturado.

“Uma tentativa de intimidação da minha família por um simples motivo: a defesa da liberdade e da democracia. Foi um período que todas as pessoas que não se conformavam com o autoritarismo, violência, repressão contra as divergências de opiniões, eram perseguidas, presas, torturadas”, comentou Eduardo Leite.

O debate foi aberto à participação dos internautas, que puderam fazer perguntas para esclarecer dúvidas sobre o tema. A live pode ser assistida pelos perfis oficiais do BMDP Advogados no Facebook (facebook.com/bmdpadvogados) e no Youtube (digitar BMDP Advogados no campo de buscas da rede social).

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações