Educação de Diadema alcança meta do IDEB para 2019

 

Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico (IDEB) referente ao ano de 2017 é maior do que o projetado

educação
Cidade na Escola é um projeto educacional da Prefeitura de Diadema. Foto: Divulgação/PDA- Thiago Benedetti

 

A EMEB Anita Catarina Malfatti atinge nota 7,1 do Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico (IDEB) e supera a meta estimada para 2021. Esta é a segunda vez que a escola ultrapassa a meta: em 2015, atingiu a nota 6,7. A EMEE Olga Benário Prestes, de educação especial, também superou a meta e alcançou a estipulada para 2019, saltando de 6,3 para 7,1.

A média da rede de escolas municipais de Diadema é de 6,5 no IDEB referente ao ano de 2017. Com o resultado, o município supera a meta inicial de 6,3 e chega ao projetado para o ano de 2019.

Esta nota é resultado do trabalho desenvolvido pela nossa rede. Diadema conta com uma equipe qualificada, que se dedica diariamente em oferecer uma educação de qualidade aos nossos alunos. Cada escola conta com um coordenador pedagógico, estratégia que conseguimos implantar visando a melhoria do ensino e dos nossos índices. Reconheço o empenho e a capacitação de todos profissionais da Educação que estão cada dia mais comprometidos com nossos alunos”, comentou o prefeito Lauro Michels.

Diadema adotou ações de ampliação das oportunidades educativas, formação de professores e o Programa Cidade na Escola, desenvolvido em 18 escolas do município atendendo 1.479 crianças em oficinas de circo, hip hop, dança de rua, graffiti, discotecagem, entre outros, uma vez por semana, com duração de duas horas.

Esse é o resultado de todo esforço e dedicação de cada profissional da Educação, que desde os primeiros anos da vida escolar de nossos alunos dão o melhor de si. Por isso, estamos investindo cada vez mais na formação de toda equipe da rede. Paralelamente a isso, estamos desenvolvendo atividades que envolvem a participação das famílias que também são extremamente importantes neste processo”, ressaltou o secretário de Educação, Cacá Vianna.

O diretor da EMEE Olga Benário Prestes, Joelmir Tonieti Pedro, disse que a nota é resultado de um trabalho realizado em grupo. “É preciso que o professor se sinta parte da escola e saiba que não está ali só de passagem. Temos um grupo motivado e unido que abraça os projetos desenvolvidos na escola”, disse.

Resultados positivos

Além do IDEB, Diadema está na semifinal do Prêmio Itaú-Unicef, na categoria 2 (Parceria em Ação), concorrendo com o trabalho desenvolvido pelo grupo Matéria Rima em parceria com o programa Cidade na Escola na EM Deputado Freitas Nobre. Dos mais de 3.500 projetos inscritos, que trabalham pela garantia de direitos de crianças, adolescentes e jovens em todo o país, Diadema foi uma das selecionadas.