Doria faz peregrinação pelo ABCD, critica saúde de Mauá e fala de emprego

Candidato ao Governo do Estado diz que irá buscar investidores internacionais para setores industriais, gerando empregos na região

doria
Doria faz campanha no ABCD. Foto: Divulgação

O candidato do PSDB ao Governo do Estado, João Doria, fez uma peregrinação pela Região do ABCD nesta quinta-feira (20/09) e visitou três municípios: Ribeirão Pires, Mauá e Diadema.

Ao ser questionado se pretende estadualizar o Hospital Nardini, de Mauá, caso seja eleito, o tucano disparou críticas contra a administração da cidade e disse que vai estudar o que fazer com o hospital. “Em Mauá, a questão é gestão”, afirmou o candidato ao acrescentar que a cidade enfrenta também vários problemas de manutenção.

Para Doria, o melhor modelo para gerenciar a saúde é por meio de contratação de OS (Organização Social).

O candidato também detalhou as propostas para gerar emprego e renda no ABCD. “Esta é uma região bastante industrializada e depende muito de investimentos para geração de novos empregos, na área industrial sobretudo. Onde vamos buscar estes recursos? No âmbito internacional, buscar investidores internacionais para o setor metalúrgico, automobilístico, de peças e equipamentos”, afirmou.

Um dos atrativos para os investidores são os consumidores de São Paulo. “São Paulo tem o maior mercado de consumo da América Latina. É um dos maiores centros de consumo do mundo. Faz sentido trazer investimentos internacionais para cá aproveitando uma mão de obra qualificada. Infelizmente, parte dela desempregada, mas com qualificação”, afirmou.

Durante visita a Ribeirão Pires, ele lembrou que a cidade é uma estância e que há potencial para desenvolver ainda mais o turismo. “Ribeirão Pires é uma estância climática e o tratamento é outro, é serviço, turismo, proteção dos mananciais, que é uma obrigação do governo. O turismo de lazer, de contemplação, de congressos, que é a vocação das estâncias turísticas.”

Sobre segurança, o candidato disse que irá instalar um BAEP, batalhão especial da Polícia Militar, na região, além de um Deic regional. O departamento combate o crime organizado, com destaque para roubos de veículos, de carga e estabelecimentos bancários (incluindo caixas eletrônicos) e extorsão mediante sequestro. Também haverá monitoramento eletrônico nas entradas e saídas das cidades e áreas com grande concentração de comércio.

doria
Doria fez campanha em três cidades: Ribeirão Pires, Mauá e Diadema. Foto: Divulgação