6 de maio de 2021

Dom Pedro é imunizado contra Covid-19 e elogia o SUS

Mais visitadas

 “Vacinar-se é promover a vida”, diz bispo da Diocese de Santo André

“Vacinar-se é promover a vida”, diz bispo Dom Pedro, da Diocese de Santo André. Foto: Divulgação

O bispo da Diocese de Santo André, Dom Pedro Carlos Cipollini, recebeu na manhã desta segunda-feira (26/04), na cidade andreense, a segunda dose da vacina contra a Covid-19, aplicada para a imunização contra a doença causada pelo novo coronavírus. A vacina aplicada nas duas doses foi a CoronaVac/Butantan.

Dom Pedro agradeceu as profissionais da saúde que o atenderam com muito profissionalismo e dedicação: as enfermeiras Sandra Regina do Carmo (1ª dose) e Nazaré de Fátima Ferreira (2 ª dose).

SUS é um marco para a população

Dom Pedro também elogiou o SUS (Sistema Único de Saúde), ao dizer que é um marco no atendimento à população na área da saúde. “Poucos países têm um órgão como esse, que deve ser preservado e melhorado continuamente pelo poder público”, reitera.

Ainda elogiou a Administração pública, a Prefeitura de Santo André, um dos municípios que mais tem se esforçado para que a vacina possa chegar a todos (dados divulgados pela gestão andreense neste domingo, 25 de abril, registraram a aplicação de 198.470 doses, sendo 132.175 pessoas vacinadas com a primeira dose, e 66.295 imunizadas com a segunda dose).

Vacinar-se é promover a vida

Dom Pedro recomenda que todos procurem se vacinar em suas cidades. “Vacinar-se é promover a vida”. O bispo recorda que o Papa Francisco confirmou ter tomado a vacina contra a Covid-19. Ele considera que esse ato ético é importante para dar fim à pandemia do novo coronavírus.

“Eu acredito que eticamente todo mundo deveria tomar a vacina. É uma opção ética porque você aposta na saúde, na sua vida, mas também na vida dos outros”, ressaltou o sumo pontífice, durante uma entrevista ao canal italiano Mediaset.

Contra o “negacionismo suicida”

Lembra Dom Pedro que o Papa Francisco, que completou 85 anos, durante a mesma entrevista, ainda criticou a existência de um “negacionismo suicida”, em relação ao imunizante. Este assunto é tratado no livro “Necropolítica” de Achille Mbembe, que descreve o modo de governar voltado para a morte, e não para a promoção da vida.

Considerou o bispo, que Jesus disse: “Eu vim para que todos tenham a vida” (Jo 10,10). “Por isso, vida sim, vacina sim”, completou Dom Pedro.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações