Doenças mais comuns na infância geram dúvidas em pais

 Pediatra do Hospital América de Mauá explica quais são e como preveni-las

 

doenças
Pediatra esclarece quais são as principais doenças na infância. Foto: Divulgação

Com o nascimento do bebê, também nascem as dúvidas. Dúvidas sobre o aleitamento, dores, desenvolvimento e, claro, a saúde dos pequenos. Não é novidade para ninguém que o sistema imunológico na infância é frágil e requer atenção especial, mas existem algumas doenças que são mais comuns nesta fase.

As principais doenças da infância são as infecções respiratórias agudas, principalmente de origem viral: resfriados, gripe, pneumonia, sinusite, bronquites, bronquiolite, amigdalite e otites. Como a grande maioria tem origem viral, o tratamento é sintomático, isto é, consiste em aliviar os sintomas através de antitérmicos, lavagem nasal com soro fisiológico, hidratação e uma boa alimentação.

Para as infecções mais graves e de origem bacteriana, é necessário fazer uso de antibióticos por via oral e, para os casos mais graves e que necessitem de internação, por via endovenosa”, disse Simone Holzer, médica pediatra neonatologista, prestadora de serviços no Hospital América de Mauá.

Nenhuma criança consegue passar a infância livre de dores de garganta, resfriados ou outras doenças comuns nessa fase, mas é possível preveni-las. “Uma vida saudável, que deve começar desde o útero, uma alimentação adequada da gestante e após o nascimento, o aleitamento materno exclusivo até o sexto mês, a introdução de dieta complementar orientada e a hidratação frequente são algumas dicas valiosas. Fazer limpeza do nariz diariamente e nas épocas mais secas do ano, usar umidificadores de ambiente ou bacia com água, evitar ambientes fechados e seguir o calendário de vacinação corretamente são medidas importantes para a prevenção de várias doenças. Mantenha sempre o ambiente limpo e arejado, evite fumar e evite que fumem próximo à criança”, recomenda a pediatra.

As doenças respiratórias são mais frequentes nas épocas mais frias do ano. No verão são comuns as doenças intestinais, como diarreias e vômitos, com consequente desidratação, bem como aumentam nessa estação os casos de conjuntivites e otites. “Mantenha a vacinação em dia, ofereça uma alimentação saudável com frutas e verduras e muito líquido. Não levar a criança doente para creche e escola é uma medida que ajuda e evita a contaminação de outras crianças”, finaliza.