Desfiles de 7 de Setembro reúnem 25 mil participantes em 3 cidades do ABCD

Santo André, São Caetano e Diadema regataram histórias que agradaram público de 45 mil pessoas neste sábado

 

Diadema foi a cidade que mais teve participantes no desfile de 7 de setembro: 20 mil pessoas. Foto: Divulgação/PDA-Thiago Benedetti

 

Santo André, São Caetano e Diadema reuniram 25 mil participantes para desfilar neste feirado de 7 de setembro, data em que se celebra a Independência do Brasil. O dia ensolarado neste sábado (07/09) ajudou também a ida do público para as avenidas, um total de 45 mil pessoas.

A Prefeitura de Diadema promoveu o Desfile Cívico de 7 de Setembro, na avenida que leva o mesmo nome, para celebrar o Dia da Independência do Brasil. Com o tema “Amor pela cidade e respeito à História”, a cerimônia teve início com o hasteamento da bandeira e trouxe algumas novidades como o hino nacional e da cidade cantados à capela e a montagem de um painel simbolizando a bandeira da cidade com figuras trazidas pelos alunos municipais durante o desfile. Além disso, pela primeira vez, o evento contou a presença de uma intérprete de libras.

Foram para a avenida 20 mil participantes, além de um público de mais 20 mil. Diadema foi a cidade da região do ABCD que mais reuniu pessoas neste desfile de 7 de setembro.

“Este é o sétimo ano do desfile cívico de nossa cidade. Hoje, Diadema traz um tema muito importante, que é a origem do nosso povo. Eu só tenho a agradecer aos emancipadores e ao primeiro prefeito Evandro Caiaffa Esquível, também professor, por acreditar num futuro novo e numa nova cidade”, afirmou o prefeito de Diadema, Lauro Michels, ao entregar uma menção honrosa à filha do emancipador, Vânia Silva Esquível Denari. A empresa Inbra Indústrias Químicas também foi homenageada por ser uma das firmas mais antigas instalada no município.

 

Prefeito de Diadema, lauro Michels, destacou o resgate da história de Diadema durante desfile. Foto: Divulgação

Para a filha do emancipador, Diadema se desenvolveu muito desde sua criação. “Antes, tinham chácaras e era um dos poucos locais onde se plantavam pau Brasil. Na época, todos da cidade se conheciam. Diadema cresceu demais, não esperava que fosse crescer tanto em tão pouco tempo. Hoje, tem energia elétrica, esgoto, asfalto e muita gente”, elogiou Vânia Esquível. Diadema completa 60 anos de emancipação política em 8 de dezembro.

“Fico feliz em saber que a cidade avança e se desenvolve, tem uma administração firme e uma população que colabora e ama a cidade. Aquele pessoal que, há 60 anos, lutou pela emancipação também amava essa cidade. Continuem amando, respeitando e fazendo tudo o que puderam pela cidade onde mora, onde vivem e onde seus filhos vão viver. Parabéns, Diadema”, afirmou em mensagem o primeiro vice-prefeito de Diadema Eusiro Okazaki, que atualmente mora no interior do Estado de São Paulo e não pode comparecer ao evento.

Após a fala das autoridades, o desfile teve início com os grupos motorizados como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Técnico-Científica do Estado de São Paulo, Exército Brasileiro, guardas civis Municipal e Patrimonial, Bombeiros Voluntários – GRATE (Grupamento de Resgate Aquático e Terrestre).  Também desfilaram os parceiros Jeepeiros de Diadema, moto clubes, Das Classic Custum com carros antigos, Pedal Diadema, Clube Old Car Cem Milhas, Fusca ABC, APAE Diadema, Instituto Enéas Tognini, Universidade Aberta às Pessoas Idosas, entre outros.

Participaram as fanfarras da Escola Estadual Miguel Reali e do Clube dos Desbravadores e bandas como da Associação Brasil Soka Gakkai Internacional, da SODIPROM e da escola João Ramalho. Desfilaram também representantes das secretarias de Defesa Social, Educação, Esporte e Lazer, Meio Ambiente, Transporte, Segurança Alimentar e da Fundação Florestan Fernandes.

O encerramento ficou por conta do desfile de moradores participantes de programas e oficinas das Esporte e Lazer e Cultura.

 

Guardas Civis Municipais também participaram de desfile. Foto: Divulgação

 

Também estiveram presentes no Desfile de 7 de Setembro secretários municipais, o deputado estadual, Márcio da Farmácia, representantes da Câmara Municipal de Diadema, das polícias Civil e Militar, entre outras autoridades do município e estado. O público também aprovou o desfile. “Essa é a segunda vez que venho assistir. Minha filha é aluna da 2ª série da EMEB Inspetor Reinaldo José Santana – Piró, ama participar e faz questão de desfilar todo ano”, contou a mãe Monica Bartolomeu Oliveira.

A organização do evento teve início há dois meses e envolveu 25 profissionais e 230 voluntários. Para realização do desfile, o trânsito na Avenida Sete de Setembro e nas vias próximas foi interditado. Durante toda manhã e início da tarde, equipes do trânsito orientaram motoristas e pedestres para fluidez do tráfego local.

São Caetano

Desfile em São Caetano reuniu 3 mil participantes: prefeito Auricchio e demais autoridades estiveram presentes na festa da Independência. Foto: Divulgação/PSCS-Letícia Teixera

 

Em São Caetano, estiveram na avenida para desfilar 3 mil pessoas, entre estudantes, militares e civis. O evento foi na Avenida Presidente Kennedy e contou com um público estimado de 20 mil pessoas.

Foram 36 instituições participantes, entre as secretarias municipais, Polícia Militar, escolas públicas e particulares do município e outros departamentos ligados à administração pública, como a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Defesa Civil. O evento terá a apresentação de bandas e fanfarras das escolas de Ensino Fundamental da cidade.

PARTICIPANTES

Polícia Militar do Estado de São Paulo, Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal e Comissão Municipal de Defesa Civil, Associação de Pais e Mestres, Rede Municipal de Educação Infantil, Ctnen (Centro de Triagem Neonatal e Estimulação Neurossensorial) Dr. Tatuya Kawakami, Escola de Educação Básica Anne Sullivan, Escola de Educação Especial “Helena Pereira De Morais – Apae De São Caetano Do Sul, Terceira Idade Comtid Unimais, Grupo de Escoteiros (Alvorada/João Ramalho/São Caetano do Sul/ São Francisco de Assis), Educação Complementar (Bibliotecas / Centro Digital e Informática / Cecape / Idiomas / Celef), Patrulheiros Mirins de São Caetano do Sul Oscar Klein, EMEF Ângelo Raphael Pellegrino, EMEF Oswaldo Samuel Massei, EMEFM Arquiteto Oscar Niemeyer, EMEF Rosalvito Cobra, EMEF Padre Luiz Capra, EMEF Laura Lopes, EE Laura Lopes, EMEF Décio Machado Gaia, EMEF Olyntho Voltarelli Filho, EMEF Sylvio Romero, EMEF Profª Eda Mantoanelli, EMEF Senador Fláquer, EME Profª Alcina Dantas Feijão, EMEF Luiz Olinto Tortorello, EMEF Bartolomeu Bueno da Silva, EME Prof. Vicente Bastos, EMEF Elvira Carmela Maria Paolilo Braido, EMEF Dom Benedito Paulo Alves de Souza, EMEF 28 De Julho, EMEF Anacleto Campanella, EMEF Leandro Klein, Ginástica Rítmica de São Caetano do Sul, USCS (Universidade e Colégio Universitário), Tiro de Guerra São Caetano do Sul.

Santo André

 

Santo André resgatou a história no desfile de 7 de setembro. Foto: Divulgação/PSA-Angelo Baima

No caso se santo André, o desfile cívico, na Av. Firestone, no bairro Casa Branca, apresentou diferentes símbolos, para resgatar a história da cidade.  Estiveram presentes na festa, entre público (5 mil) e participantes (2 mil), cerca de 7 mil pessoas, além de 20 entidades assistenciais e 70 veículos. A festa emocionou os presentes que se dividiam nas mais diferentes idades, de crianças a idosos, que carregavam pequenas bandeiras brasileiras.

“A presença de todos mostra que estamos no caminho certo e que estamos resgatando o amor à pátria e à nossa cidade. Fico muito feliz por cada um que veio prestigiar e assim vamos seguir trabalhando. Falta bastante coisa ainda, mas muito já foi feito e a cidade está reagindo. Só temos que agradecer e ter orgulho de tudo que está sendo resgatado”, disse o prefeito Paulo Serra.

O canteiro central da Avenida Firestone deu suporte aos andreenses que prestigiaram a apresentação dos 197 anos da independência do País. Participaram do desfile alunos de 40 creches, 51 Emeiefs (Escolas Municipais de Educação Infantil e Fundamental), 12 Cesas (Centros Educacionais de Santo André), Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Inclusiva, EMEA (Escola Municipal de Educação Ambiental) Parque Tangará – Parque Escola e Sabina Escola Parque do Conhecimento. O ponto alto ainda ficou com a presença do Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal, Polícia Civil, Polícia Militar, Samu, Defesa Civil, Tiro de Guerra, Associação dos Reservistas do Exército Brasileiro e Associação dos Ex-combatentes do Brasil – seção do ABCDMRR.

Ainda marcaram presença a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Escola Estadual Professor Antonio de Campos Gonçalves, Faculdade Anhanguera, Secretaria de Esporte e Prática Esportiva, Escola Estadual Luiz Martins, Instituto Amigos da Beata Catarina e Judite Cittadin, Instituição Assistencial Casa do Caminho Ananias, Instituição Assistencial e Educacional Dr. Klaide, Movimento Escoteiro e Insanos Moto Clube.