Crise no Consórcio não termina e eleição para presidente é adiada de novo

Prefeitos alegam incompatibilidade de agendas para realizar encontro marcado para esta quinta-feira

 

Consorcio já perdeu três prefeituras desde o ano passado . Foto: Divulgação

A crise no Consórcio Intermunicipal do ABC não tem fim. A eleição para a escolha do presidente teve de ser adiada pela terceira vez. A assembleia dos quatro prefeitos estava marcada para esta quinta-feira (03/01), mas não ocorrerá. Em outras duas ocasiões a eleição foi cancelada: 4 e 14 de dezembro.

De acordo com nota oficial emitida pela entidade, existe “incompatibilidade de agendas” dos quatro prefeitos (de Santo André, São Bernardo, Mauá e Ribeirão Pires). Sequer existe outra data agendada para escolher o noco presidente da instituição, que, desde o ano passado, já sofreu três baixas: Diadema, São Caetano e Rio Grande da Serra.

Os municípios saíram por discordarem do modo de gestão do atual presidente Orlando Morando (PSDB), prefeito de São Bernardo. Entre as críticas estão a falta de retorno em investimentos para as cidades e excesso de gastos com publicidade (R$ 11 milhões).