Coordenador do Hospital de Campanha recebe 1ª dose em Ribeirão Pires

Malek tem 33 anos, é pediatra e atende na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Luzia

 

Malek tem 33 anos, é pediatra e atende na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Luzia. Foto: Divulgação/PRP-Victor Rodrigues

 

Malek Mounir, coordenador clínico multidisciplinar do Hospital deCampanha de Ribeirão Pires, foi a primeira pessoa a tomar a vacina contra a Covid-19 na cidade. A vacinação foi realizada na sede da Secretaria de Saúde por volta das 19:30 e contou com a presença do secretário Audrei da Rocha.

Malek tem 33 anos, é pediatra e atende na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Luzia. O profissional também está à frente do ambulatório pós-covid no Município, onde acompanha os pacientes que

tiveram alta do hospital.

“O sentimento  é de imensa gratidão. É uma honra representar osprofissionais de saúde que, desde o início da pandemia, estão na linha de frente no combate ao vírus”, comentou Malek, complementando que “agora podemos ter esperança num futuro que todos almejam, sem Covid-19”.

Rute Soares Moreno, de 37 anos, enfermeira e também umas das coordenadoras do Hospital de campanha, foi a segunda pessoa a receber a imunização da cidade. “Esta luta é de todo povo brasileiro. E nós profissionais da saúde, pedimos a toda população que tome a vacina, para se proteger e proteger quem você ama”, declarou emocionada.

 

Vacinação – nesta primeira fase, Ribeirão Pires recebeu 1.640 doses da Coronavac, que vão imunizar exclusivamente os profissionais da área da Saúde.

Os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao vírus fazem parte do público prioritário, considerando o critério de exposição de infecção e risco para agravamento ou óbito pela doença. Na próxima fase, os idosos serão vacinados. A inclusão de novos grupos populacionais ao grupo prioritário será norteada pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde.

O secretário de Saúde de Ribeirão Pires, Dr. Audrei da Rocha, comemorou a chegada da vacina à cidade. “Representa um sinal de esperança aos valorosos profissionais de saúde e ao povo da nossa cidade e de todo o país”, observou.