13 de abril de 2021

Confusão entre cabos eleitorais de Atila e Sargento Simões vai parar na polícia

Mais visitados

Candidato a vereador é flagrado com arma na mão e ele alega que sacou para evitar que seu revólver fosse subtraído pelos adversários

 

Sagento Simão sacou a arma durante a confusão e alega que foi para impedir que  houvesse a subtração. Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

Faltando dois dias para as eleições o clima esquentou no Centro de Mauá, onde todos dos candidatos da cidade mantêm cabos eleitorais pelo grande fluxo de pessoas no local.

Correligionários da campanha do prefeito Atila Jacomussi (PSB), que busca a reeleição, e do Sargento Simões, candidato a vereador na cidade na coligação do Juiz João Veríssimo (PSD) chegaram às vias de fato na tarde desta sexta-feira (13/11), com bate boca e agressões físicas.

O grupo de Simões alega que foi agredido porque distribuía materiais de campanha, que, segundo eles, teriam sido retirados pelos oponentes. A coligação de Atila tem outra versão e afirma que o grupo deles foi quem sofreu a violência.

Sargento Simões afirmou que quando soube da confusão foi até o Centro da cidade para tentar conversar com os aliados de Atila. “Pedi nosso material de volta e não deram”, afirmou o candidato que estava armado e foi flagrado com um revólver na mão.

Sargento Simões justificou que sua arma estava nas costas e ficou com ela na mão depois que ficou acuado pelos adversários perto de uma banca de jornal. “Tentaram subtrair minha arma e eu só protegi. Em nenhum momento apontei a arma para alguém. Ela ficou sempre para baixo”, justificou.

A Polícia Militar foi acionada e houve o registro de um BO (Boletim de Ocorrência).

A campanha de Atila foi procurada e emitiu uma nota oficial. “Repudiamos toda e qualquer manifestação de violência praticada por adversários no período eleitoral, realizamos uma campanha limpa, transparente e pautada na apresentação de prestação de contas e no plano de governo e proposta para a cidade. Infelizmente, campanhas adversárias não seguiram o mesmo caminho, fomos sistematicamente atacados, como no episódio de hoje. Seguiremos firmes trabalhando com verdade e transparência de forma pacífica”, concluiu.

 

Sargento Simões doi até a o Centro da Cidade e conversou com adversários antes da confusão. Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações