18 de maio de 2021

Compositor da música ‘Fuscão Preto’ morre vítima da covid aos 63 anos

Mais visitadas

Gilberto Felício da Silveira, mais conhecido como Bandeirante, não resistiu às complicações da doença

Bandeirante, intérprete de Fuscão Preto morreu vítima da covid. Reprodução Terra do Mandu / TJ

 

O cantor e locutor Gilberto Felício da Silveira, mais conhecido como Bandeirante, morreu na quinta-feira (22/04), aos 63 anos, vítima do novo coronavírus.  O artista ficou conhecido pela música Fuscão Preto,

Atualmente, Bandeirante era locutor durante as madrugadas na Rádio Clube AM, de Pouso Alegre. O último programa dele foi no dia 14 de abril. Bandeirante deixa esposa, filhos e netos.

O artista gravou 12 discos em sua carreira. O primeiro LP é de 1979, quando se juntou ao lado de Zé Batista e Darlon, formando o Trio Wandeirante para lançar a música Fuscão Preto. A canção depois foi regravada por outros artistas, fazendo grande sucesso com o Trio Parada Dura.

Durante a carreira, Bandeirante dividiu os palcos com grandes nomes da música sertaneja, indo a vários programas de TV. No rádio, trabalhou em emissoras Rádio Difusora de Pouso Alegre, Rádio Viva de Cambuí e Rádio Clube de Pouso Alegre.

Os familiares lamentaram a morte do artista pelas redes sociais. “Com o coração partido e com profunda tristeza  sentiremos muito a sua falta, meu cunhado Gilberto (Bandeirante), você agora é locutor lá no céu, descansa em paz, nos braços do pai celestial”, postou a cunhada Maria Estela.

Dupla Bandeirante e Zé Batista lançou 12 discos na carreira — Foto: Reprodução Terra do Mandu / Recanto Caipira

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações