15 de junho de 2021

Com aumento de feminicídio, Pio Mielo solicita Delegacia da Mulher em S.Caetano

Mais visitadas

Na Região do ABCD, assassinatos de mulheres aumentam; nos últimos dias foram mortas duas mulheres, sendo uma de Mauá e outra de S.Bernardo

feminicídio
Com aumento de feminicídio, presidente da Câmara solicita delegacia da mulher 24h. Foto: Divulgação

Com o aumento do feminicídio, o presidente da Câmara de São Caetano, Pio Mielo (MDB), entrou com pedido nesta quinta-feira (30/08) para a implantação de uma Delegacia da Mulher 24 horas na cidade. Recentemente duas mulheres foram mortas pelos ex-companheiros na Região do ABCD porque não aceitaram o fim do relacionamento. Um assassinato ocorreu Mauá e outro de São Bernardo.
A Região do ABCD registrou, em 2017, média de um feminicídio a cada cinco dias. Os dados são referentes aos 73 inquéritos instaurados naquele ano, conforme dados do Tribunal de Justiça. Na comparação com 2016, quando foram abertas 24 investigações, o aumento é de 204%. Em 2018, até junho, já foram registrados 19 casos. Isso sem contar os casos que não foram denunciados.
Pio
afirmou que São Caetano possui uma população de 53,87% de mulheres, ou seja, existem mais mulheres do que homens. “No entanto, não há uma única delegacia especializada no atendimento à mulher. Além disso, as delegacias da mulher existentes, em outras cidades, esbarram em um horário de atendimento reduzido, das 9h às 18h, e no funcionamento apenas em dias úteis. O atendimento é encerrado nos períodos e datas quando há maior incidência de crimes, à noite e aos fins de semana, que é quando a maioria das ocorrências acontece”, disse.
De acordo com o presidente, é preciso buscar meios diminuir os casos de violência doméstica e familiar. “Desde 2013, reivindico a implantação de uma unidade da Delegacia da Mulher, em nosso município. E, agora, mais do que nunca, ratifico o meu pedido e que tal equipamento funcione 24 horas, com o intuito de estimular e encorajar aquelas que sofrem com este tipo brutal de violência a denunciarem. Encerro o mês de agosto – mês de conscientização pelo fim da violência contra as mulheres, com uma série de projetos voltados à proteção e ao apoio à Mulher, que garantem o seu direito e uma vida sem violência”, concluiu.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações