Cerca de 2 mil manifestantes ocupam ruas de S.Bernardo contra taxa de juros

Mais visitadas

Metalúrgicos do ABC têm audiência marcada com o presidente do Banco Central no próximo dia 19 de julho

manifestantes na rua marechal Deodoro
Cerca de 2 mil manifestantes ocupam ruas de São Bernardo contra taxa de juros. Foto: Adonis Guerra/SMABC

Cerca de 2 mil manifestantes participaram da caminhada da sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC até a praça da Matriz, em São Bernardo, realizada na manhã desta sexta-feira (16/06).  O ato integrou o Dia Nacional de Lutas contra a alta taxa de juros e a política monetária praticada pelo Banco Central (BC). A data marcou o lançamento da jornada de mobilização chamada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), demais centrais sindicais, Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

O presidente do Sindicato, Moisés Selerges, destacou que a postura da direção do Banco Central é prejudicial ao Brasil e a toda classe trabalhadora.

“O Banco Central está sendo irresponsável com o País e com o povo brasileiro quando mantém esta taxa no patamar que está. A taxa não está alta porque a inflação está alta. A inflação está na meta. Então, não há justificativa. Não podemos aceitar empresas sem poder produzir e os empregos ameaçados porque a taxa é um impeditivo. Nós não vamos ficar calados! Vamos pra rua sim!”, afirmou o dirigente.

Audiência marcada

O sindicalista também contou que após pedido dos Metalúrgicos do ABC, realizado em maio, para tratar do setor industrial, dos rumos da atividade econômica e, consequentemente, dos empregos, devido às políticas adotadas pelo banco, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, comunicou esta semana que receberá os representantes do Sindicato para uma audiência no próximo dia 19 de julho.

“Quero dizer a ele que se não baixar a taxa e isso respingar e gerar desemprego para a classe trabalhadora, nós não vamos apenas parar as ruas do ABC. Nós levaremos os trabalhadores lá em Brasília para que arque com as consequências de seus atos”, disse Selerges.

“E também, que não duvide da capacidade do ABC. Não vamos nos calar. Vamos fazer muito mais. Somos guerreiros e guerreiras e nas nossas veias há sangue de luta”, prosseguiu.

Além de lideranças regionais como o deputado estadual Luiz Fernado (PT), estiveram presentes a presidenta do PT Nacional, Gleisi Hoffmann, e o deputado federal Lindbergh Farias (PT).

Presidente do PT Nacional, Gleisi Hoffmann, e o deputado federal Lindbergh Farias
Presidente do PT Nacional, Gleisi Hoffmann, e o deputado federal Lindbergh Farias (PT), participaram de manifestação. Foto: Divulgação.

Mais publicações

Últimas publicações