Câmara de Santo André aprova reajuste salarial de R$ 100 para servidores

Procuradores da cidade entendem que projeto é inconstitucional por ferir o princípio da isonomia

Câmara de Santo André aprovou por unanimidade projeto que prevê reajuste salarial dos servidores. Foto/ Divulgação

A Câmara de Santo André aprovou por unanimidade nesta quinta-feira (14/05) projeto do Executivo que prevê reajuste salarial de R$ 100 aos servidores. Trata-se de um abono a ser incorporado no salário da categoria.

O plenário ficou lotado, sendo a maioria a favor já que 86%, no cálculo do governo, terão ganho real no salário. No entanto, também havia insatisfeitos, como é o caso de procuradores. Esses profissionais consideram o projeto inconstitucional e entendem que fere a questão da isonomia.

De acordo com a Prefeitura, os maiores beneficiados são os servidores commenos renda, pois 86% dos funcionários terão ganho real acima da inflação. Cerca de 2 mil funcionários terão 7% de aumento e outros 2,5 mil – que representam 33% da folha de pagamento – passarão receber não apenas a incorporação, mas também R$ 110 de cesta básica, resultando em uma aumento total de 11%.

O presidente da Câmara, Almir Cicote (Avante), informou que a segunda votação está marcada para terça-feira que vem (19/06) e que a participação dos servidores foi importante. “As decisões da categoria têm que ser de forma que todos possam participar. Tenho certeza que foi isso que aconteceu, a decisão da maioria e foi por isso que votei a favor, assim como acredito que meus pares também.”

O petista Eduardo Leite também defendeu o projeto aprovado em assembleia pelo Sindserv (Sindiacto dos Servidores Públicos). “Acredito que foi o melhor acordo que o Sindicato fez. A categoria deve estar cada vez mais unida para defender os interesses dos servidores e não devem cair nas armadilhas que provocam a divisão”, finalizou.