14 de junho de 2021

Buraco em avenida de São Caetano provoca acidente e morte de GCM

Mais visitadas

Guarda Municipal morreu ao cair em uma obra inacabada da Saesa quando deixava o trabalho na madrugada desta sexta-feira

 

GCM
Buraco que estava tampado apenas com terra provocou morte de guarda municipal de São Caetano. Foto: Divulgação

 

O GCM (Guarda Civil municipal) de São Caetano José Florêncio da Silva, de 57 anos de idade, morreu na madrugada desta sexta-feira (11/01), após sofrer um acidente em uma obra inacabada da Saesa (Sistema de Água, esgoto, e Saneamento Ambiental). O guarda dirigia uma moto quando caiu em um buraco em frente ao Parque Chico Mendes. Chovia no momento da queda do profissional que retornava do trabalho para sua residência.

O Saesa lamenta o ocorrido e informou que apura tecnicamente o fato para possíveis providências. “Em trecho da Av. Fernando Simonsen, foi realizado reparo no sistema de drenagem urbana, iniciado na quarta-feira (09/01) e finalizado nesta quinta-feira (10/01), por volta das 16h30. O local foi tampado com terra compactada e britas (procedimento padrão), sendo o asfaltamento agendado para às 8h de hoje (11/01). Devido à forte chuva da madrugada, o reparo cedeu”, informou nota oficial da autarquia.

De acordo com testemunhas, o local não estava sinalizado. O vereador César Oliva (PR) disse que fará um requerimento a ser encaminhado ao governo do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB). “Faremos um requerimento para o Saesa para explicar o ocorrido e pedir a abertura de sindicância pela falta de sinalização no local”, disse o parlamentar.

O GCM trabalhava há 23 anos na Corporação e retornava para a casa após cumprir seu plantão. A morte causou muita comoção nos companheiro de trabalho. Ele deixa um filho de 21 anos. O velório ocorre no Hospital São Caetano e o enterro foi agendado para às 8h30 deste sábado (12/01), no Cemitério da Saudade.

Mais publicações

2 COMENTÁRIOS

  1. Existe omissão,falta de profissionalismo e culpa a serem esclarecidas.Que se demitam os encarregados pelo serviço.

  2. Em são Bernardo do Campo, sou ciclista, unica forma de fugir dos aumentos de tarifas e manter minha saúde, e já sofri centenas de acidentes e considerado como louco, coloquei todos meus parentes em 2 rodas sobrinhos, irmãos, cunhados, primos… são 16 bikes a mais nas ruas além de mim… este tipo de acidente em propulsão humana também fere e gravemente, fazer um BO contra quem for é o ideal…. quando a prefeitura faz o bem eu só sou elogios, no entanto se fere o simples direito de ir e vir, é preocupante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações