23 de outubro de 2021

Bicampeã paralímpica Silvânia Costa é homenageada em São Bernardo

Mais visitadas

Paratleta, que foi ouro no salto em distância, categoria T11, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio foi recebida na manhã desta terça-feira pelo prefeito Orlando Morando

Prefeito Orlando Morando recebe no gabinete Silvânia Costa, paratleta
Paratleta Silvânia Costa, que foi ouro no salto em distância, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio foi recebida pelo prefeito Orlando Morando. Foto: Divulgação/PSBC

A saltadora paralímpica Silvânia Costa de Oliveira emocionou o Brasil ao conquistar a sua segunda medalha de ouro no salto em distância, categoria T11, nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, com a marca de 5 metros, a melhor da temporada. Nascida em Três Lagoas (MS), a atleta defende a cidade de São Bernardo há oito anos. Para celebrar este grande resultado, tanto para o País quanto para o município, o prefeito Orlando Morando fez uma homenagem  à saltadora, na manhã desta terça-feira (05/10), no Paço Municipal. Ainda estiveram presentes no ato o secretário de Esportes e Lazer, Alex Mognon, e o técnico do Centro de Excelência de Atletismo, Edelson Silva.

“A Silvânia é um grande exemplo de superação. O fato de ter perdido maior parte a visão por causa de um problema genético, aos 11 anos, não a impediu de iniciar a prática esportiva, se colocar como a melhor do mundo em sua modalidade, e ainda cuidar de sua família. Fiz questão de homenageá-la por essa conquista e por ser uma fonte de inspiração para tantas pessoas”, afirmou o chefe do Executivo. A paratleta enxerga apenas 5%.

No Japão, sagrou-se bicampeã no salto em distância, já que também ganhou o ouro nos Jogos Paralímpicos do Rio-2016. Silvânia ainda é recordista mundial nesta prova, com a marca de 5,46 metros. Na edição brasileira dos Jogos Paralímpicos, Silvânia também ganhou a prata no revezamento 4×10 metros, na categoria T11-T13 – categoria de visão limitada.

Durante a homenagem, a saltadora paralímpica fez questão de ressaltar a importância do apoio de São Bernardo. “No pódio, o atleta não chega a nenhum lugar sozinho, mas esse trabalho é feito em conjunto. Meus agradecimentos ao município, que, quando precisei, deu muito apoio para que pudesse fazer a minha preparação. O verdadeiro cego é aquele que não enxerga o que pode alcançar e não vê as oportunidades”, disse.

Apoio paradesporto

Além de Silvânia Costa, a cidade de São Bernardo contou com mais dois atletas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio: Luís Carlos Cardoso e Debora Benevides, que disputaram as provas da paracanoagem. Luís Carlos foi medalha de prata na categoria KL1, nos 200 metros. No Mundial de Paracanoagem de Velocidade, disputado em setembro, em Copenhagen (Dinamarca), Luís Carlos ganhou a prata, enquanto Debora ficou com o bronze.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações