Bebê sofre violência sexual em Santo André e mãe é presa

Caso foi registrado no 6º DP como estupro de vulnerável e tentativa de homicídio; criança de 1 ano e oito meses está na UTI do CHM

 

Caso foi registrado no 6º DP como estupro de vulnerável e tentativa de homicídio; criança de 1 ano e oito meses está na UTI do CHM. Foto: Divulgação/PSA-Helber Aggio

 

A Polícia de Santo André apura um caso de abuso sexual contra um bebê de 1 ano e oito meses. A mãe, uma manicure, de 25 anos, foi presa nesta sexta-feira (31/01) em flagrante. A mulher foi levada ao 6º DP (Distrito Policial) do município, onde o caso foi registrado como estupro de vulnerável e tentativa de homicídio contra pessoa menor.

A mãe levou a criança para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Luzita, alegando que a criança não estava comendo. Ao chegar no local, uma equipe médica constatou que o menino tinha sinais de violência pelo corpo, inclusive com lesões que indicam abuso sexual. A Polícia foi acionada e a mulher detida no serviço de saúde e conduzida à delegacia.

Por conta da gravidade do caso, o bebê foi levado ao CHM (Centro Hospitalar Municipal), onde está internado na UTI.

“Informamos que uma criança de um ano e oito meses deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vila Luzita com hematomas e escoriações pelo corpo, além de hemorragia e edema na região óptica. O paciente passou por exames, foi encaminhado ao Centro Hospitalar Municipal e neste momento segue sendo assistido na UTI Pediátrica. Há forte indício de violência sexual, no entanto o resultado aguarda a confirmação da perícia”, informou a Prefeitura por meio de nota oficial.

O Conselho Tutelar já foi acionado e visitas só serão realizadas por meio de autorização judicial.

2 Comentários

  1. E o PAI da criança, é conhecido? Se sim, tinha como supervisionar periodicamente a criança? Buscou a guarda compartilhada, denunciou maus tratos? É mais um menino Rhuan alienado parentalmente?

Comments are closed.