Bandido morto por soldado em Sto.André era funcionário do Semasa

Ademir Ciola era servidor concursado na  função de operador  de reservatório; seu salário era de R$ 1.880,11

 

Documento encontrado junto com o assaltante. Foto: Reprodução

Ademir Ciola, que foi morto ao tentar assaltar um soldado da PM (Polícia Militar) nesta quarta-feira (25/09), é funcionário do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). O servidor tinha passagens pela polícia e já foi preso em maio deste ano por roubo de um celular em Boiçucanga.

Ciola era concursado como operador de reservatório desde 1º de agosto de 1990. Seu salário mensal era de R$ 1.880,11.

De acordo com colegas de trabalho, Ciola vinha apresentando um comportamento “estranho e agressivo” e estava em tratamento contra dependência química.

Ciola estava com uma pistola Taurus, calibre 635, com numeração raspada, quando anunciou o assalto ao policial militar, que reagiu e disparou sete tiros contra o criminoso.

A ocorrência foi na rua das Monções, perto ao shopping Grand Plaza, no Centro da cidade.

O soldado estava à paisana quando o bandido, por volta das 5h30, fez a abordagem.  O caso foi registrado no 4º DP (Distrito Policial) de Santo André.

 

 

15 Comentários

    • Entra no mundo das drogas,quem quer,foi o próprio assaltante que escolheu o caminho que quis trilhar nesta vida,e teve o que mereceu, agora, não adianta ficar jogando a culpa nas drogas, porque, tenho certeza de que ninguém o obrigou a usá-las,foi por sua conta própria.

  1. Fui assaltado a uns 20 dias atrás na Av Lino Jardim, a abordagem foi da mesma forma, e a semelhança inclusive das roupas do sujeito são muito parecidas com o que me assaltou.

  2. Ele era dependente químico de pais divorciados a mãe faleceu em fevereiro desse ano com 80 anos. Realmente estava completamente desnorteado.

  3. Pai de família, infelizmente muito doente, Sei que não sabia morrer, Não era bandido, Não era pilantra, apenas tomou a decisão errada, uma pena , sujeito humilde, pacato , adição!!!
    Mais um, Que apesar de ter conhecido um caminho de recuperação, Não suportou a dor e sucumbiu, para esse caminho há somente três destinos, cadeia, instituição ou morte, ele provou de todos, que Deus tenha piedade de sua alma. Meus sentimentos aqueles que ficam, familiares e filhos.

  4. Concordo plenamente com você, policial totalmente despreparado, como pode deixar alguém assim na rua representando uma figura que deveria proporcionar nossa defesa e teve uma atitude como essa? Isso foi execução.

  5. ele era um homen trabalhador ,trabalhava desde 1990 no semasa ,peço apoio de algum promotor esse policial precisa ser banido das ruas ,sequer o policial deu voz de prisão, claramente uma execuçao

Comments are closed.