Auricchio fechará 2020 com R$ 50 milhões investidos no combate à Covid-19

Prefeito de São Caetano diz que a pandemia atrasou cronograma de entrega das obras, mas termina mandato com 95% do plano de governo concluído

 

Prefeito de São Caetano, José Auricchio, diz que a pandemia atrasou cronograma de entrega das obras, mas termina mandato com 95% do plano de governo concluído. Foto: Divulgação/PSCS-Letícia Teixeira

 

O prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), disse que fechará 2020 com R$ 50 milhões investidos no combate ao novo coronavírus. A cidade é a que mais testou moradores e adquiriu  equipamentos para ajudar na recuperação de doentes com covid-19.

De acordo com o chefe do Executivo, a pandemia fez com que houvesse um atraso no cronograma das obras, mas salientou que terminará esse terceiro mandato com 95% do plano de governo concluído.

Auricchio afirmou que por conta da pandemia da Covid-19 houve também uma demora na liberação de recursos externos, entre eles US$ 50 milhões, equivalentes a R$ 255,9 milhões do CAF (Confederação Andina de Fomento) para a realização de algumas obras.

O chefe do Executivo anunciou durante entrevista coletiva que o edital de licitação das reformas nos parques Matarazzo e Tamoio saem nos próximos  dias, após alguns entraves. “As obras de cronograma regular de saúde e educação vão estar todas concluídas neste ano. A que mais sofreu com os prazos foi o Atende Fácil Saúde, porque a obra depende de operação de crédito junto à DesenvolveSP. As obras não ganharam o ritmo que a gente gostaria que tivesse. Nossa previsão era (concluir o projeto) setembro, mas acredito que devemos entregar até dezembro”, disse.

Dos R$ 50 milhões aplicados no combate à Covid-19, R$ 30 milhões são oriundos dos governos federal e estadual. “Essa pandemia demonstrou os problemas de entendimento sobre o pacto federativo. Temos que repensar essa situação, pois, terão muitos municípios que terão a dificuldade de manter a saúde básica, não falo da pandemia, mas dos demais serviços. Não é o caso de São Caetano”, afirmou.

Aniversário

Diferentemente de anos anteriores que o aniversário da cidade (28/07) era comemorado com extensa programação, com shows, festa italiana e outras festividades, neste ano, não terá eventos públicos. O prefeito avalia se haverá alguma live para festejar a data de 143 anos emancipação política da cidade.