14 de junho de 2021

Ato e passeata em São Bernardo pedem liberdade a Lula

Mais visitadas

 Ex-presidente está na prisão há 30 dias; petistas o consideram preso político

Ato em São Bernardo pede liberdade para Lula. Foto: Divulgação?Sindicato dos Metalúrgicos-Adonis Guerra

Sindicatos e movimentos Sindicais fizeram nesta segunda-feira (07/05) à noite um ato em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos em defesa da liberdade do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que encontra-se preso há um mês. Após o ato, manifestantes seguiram em passeata pela rua Marechal Deodoro até a Praça da Matriz. A Polícia Militar estimou cerca de 500 pessoas, mas os organizadores não falaram em números.

O Sindicato dos Metalúrgicos foi onde Lula passou seus últimos instantes de liberdade até seguir para a Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e o presidente do partido em São Paulo, Luiz Marinho, participaram, do ato ao lado de representantes de centrais sindicais e movimentos como os sem-teto.

A maioria das lideranças que usou o microfone foi para dizer que “trata-se de uma prisão política”. Em Curitiba, onde Lula está preso também houve manifestações.

Condenação

O ex-presidente Lula foi preso por ter sido condenado em segunda instância no caso do triplex em Guarujá (SP) no dia 24 de janeiro deste ano. A 8ª Turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) aumentou a pena para 12 anos e 1 mês de prisão – pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro – com início em regime fechado. Em julho de 2017, Lula tinha sido condenado pelo juiz da Lava Jato na primeira instância, Sérgio Moro.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações