Atento volta a funcionar em S.Bernardo e S.Caetano após liberação por Prefeituras

Administrações afirmam que empresa voltou a prestar serviço de acordo com as normas estabelecidas no combate ao Coronavírus

 

Funcionários da Atento fizeram protesto na frente da empresa na última sexta-feira. Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

A empresa Atento, que atua no ramo de telemarketing, voltou a funcionar em cidades do ABCD. A Prefeitura de São Bernardo, que havia lacrado a empresa na sexta-feira (20/03), e a Prefeitura de São Caetano, que tinha fechado a unidade no município nesta segunda-feira (23/03), liberaram o funcionamento nesta terça-feira (24/03) por conta de novas regras federais.

“A Prefeitura de São Bernardo, por meio da secretaria de Saúde, informa que a empresa cumpriu as determinações solicitadas no ato da lacração e obteve permissão do departamento de Vigilância Sanitária para voltar a funcionar. O local continuará sendo monitorado diariamente”, informou a administração municipal por meio de nota oficial.

A Prefeitura de São Caetano argumentou que foi preciso liberar o funcionamento da Atento e de outra três empresas do mesmo ramo por conta de um decreto do governo federal.

“Seguindo a série de medidas adotadas para reduzir os riscos de transmissão do coronavírus, a Prefeitura de São Caetano do Sul iniciou, nesta segunda-feira (23/3), o processo de fechamento de quatro empresas de call center que atuam na cidade. Contudo, decreto publicado pelo Governo Federal (número 10.282) classificou esse segmento como serviço essencial, o que exclui da obrigatoriedade de suspensão de atividades”, informou o governo municipal.

A Prefeitura de São Caetano salientou que ajustou com esses estabelecimentos a redução do quadro de funcionários trabalhando presencialmente, com o afastamento físico de colaboradores com mais de 60 anos, pessoas com doenças crônicas, respiratórias, imunossupressoras e diabéticas.

“A Prefeitura reitera que intensificará a fiscalização nesses locais para que cumpram com os protocolos de higienização e distanciamento de, pelo menos, um metro e meio entre os atendentes. Em caso de descumprimento, é possível denunciar por meio do telefone 0800-7000-156”, concluiu a administração municipal.