1 de dezembro de 2021

Até quando vai o frio? Saiba o que muda nos próximos dias

Mais visitadas

Temperaturas serão mais amenas neste fim de semana, mas uma outra onda de frio forte deve chegar ao Brasil no finalzinho de julho

Temperaturas serão mais amenas neste fim de semana, mas uma outra onda de frio forte deve chegar ao Brasil no finalzinho de julho. Foto: Pixabay

A semana começou bem gelada no centro-sul do Brasil, com geada ampla em várias áreas e temperaturas abaixo dos 3°C em áreas do Sul do Brasil. Mas, pico do frio dentro da massa de ar polar já passou e nos próximos dias as temperaturas voltam entrar em gradativa elevação no centro-sul do país.

Até quando vai o frio?

Nesta quarta-feira (21/07), o amanhecer ainda foi de muito frio em várias áreas do Sudeste, onde está a região do ABCD, Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, mas, de forma gradativa a temperatura mínima começou a subir gradualmente e a partir desta quinta-feira (22/07), com as temperaturas e sensação térmica ficam um pouco mais agradáveis. De forma geral as noites ainda serão frias em áreas do centro-sul do Brasil, mas a sensação vai ser de um pouco mais de calor a tarde. A sexta-feira (23/07) e o sábado (24/07) serão marcados por sol, tempo firme e grande amplitude térmica no Sul e no Sudeste do país.

Mas atenção! Uma outra onda de frio forte deve chegar ao Brasil no finalzinho de julho.

Neste domingo (25/07), uma nova frente fria chega ao Rio Grande do Sul, trazendo chuva para áreas do estado gaúcho. Na retaguarda desta frente fria, uma nova e possivelmente mais intensa massa de ar polar volta a prevalecer no centro-sul do Brasil. Há previsão mínimas em queda nos últimos dias de julho e começo de agosto.

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para segmentos estratégicos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, investiu na instalação do LABS Climatempo, no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), que atua na pesquisa e desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Em 2019, a Climatempo passou a fazer parte do grupo norueguês StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão, e dois anos depois, em 2021, uniu-se à Somar Meteorologia, formando a maior companhia do setor na América do Sul. A fusão das duas empresas impulsiona a Climatempo a ser protagonista global de fornecimento de dados e soluções para os setores produtivos do Brasil e demais países da América Latina, com capacidade de oferecer informações precisas de forma mais ágil e robusta.

O Grupo Climatempo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

Mais publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas publicações