Após caos no trânsito e críticas, alça de viaduto em Santo André é liberada

Mais visitadas

Desde 15 de novembro, motoristas enfrentam muitos congestionamentos; além disso, comerciantes também reclamam, pois problema afeta vendas no fim do ano

Viaduto Castelo Branco bloqueado
Viaduto Castelo Branco foi bloqueado para obras em 15 de novembro. Foto: Divulgação/PSA-Angelo Baima

O Viaduto Presidente Castelo Branco, em Santo André, que foi totalmente interditado em 15 de novembro teve uma alça de acesso liberada neste sábado (26/11), às 12h. A medida ocorreu porque o bloqueio total causou um caos na cidade. Além dos congestionamento que foi alvo de muitas críticas de motoristas, os comerciantes também passaram a reclamar que o trânsito afeta as vendas neste fim de ano já que os clientes podem buscar por outros lugares que tenham facilidade para chegar.

O prefeito Paulo Serra gravou um vídeo divulgado na noite desta sexta-feira (25/11) em que falou que as equipes técnicas da Prefeitura pensaram em uma alternativa para minimizar os impactos do bloqueio.

“Por questão de segurança e para acelerarmos a construção de três novos viadutos na Av. dos Estados, há 10 dias interditamos o Viaduto Castelo Branco. No entanto, após elaborarmos um diagnóstico das alternativas e, com a mudança dos cronogramas de engenharia, conseguiremos liberar a alça de acesso ao viaduto da Av. Industrial para minimizar os impactos no trânsito, em especial no mês de dezembro”, disse em vídeo.

Entenda o bloqueio

A prefeitura bloqueou o viaduto com o objetivo é dar continuidade às obras de revitalização e reforço estrutural da via, que liga a Avenida Prestes Maia à Avenida dos Estados e ao bairro Santa Teresinha.

As intervenções de revitalização e reforço estrutural do viaduto fazem parte das obras do Complexo Viário Santa Teresinha. A interdição vai durar 20 meses. “O Viaduto Castelo Branco já foi interditado em 2005, então não será a primeira vez. Sabemos que causa transtorno, mas desta vez é por um bom motivo, é para resolver de maneira definitiva essa transposição”, disse o prefeito Paulo Serra na véspera do bloqueio.

Desde o dia 9 de outubro o Viaduto Castelo Branco já estava parcialmente interditado. As intervenções restringiam o acesso apenas para o trânsito de veículos pesados. Mas com o avanço das obras e tendo como base laudos técnicos, foi determinada a interdição total para os próximos 20 meses.

As obras de recuperação estrutural do viaduto têm a finalidade de proporcionar que a estrutura comporte o aumento na volumetria de tráfego após a entrega do complexo de pontes e viadutos que vai compor o Complexo Viário Santa Teresinha.

Complexo viário

As obras do Complexo Santa Teresinha são divididas em fases e têm o objetivo de eliminar cruzamentos da Avenida dos Estados com a saída do Viaduto Presidente Castelo Branco e a travessia do Rio Tamanduateí. Os ganhos projetados no tempo de viagem podem chegar a 300% se comparados com as medições atuais.

Com a criação das novas alças elevadas será possível reduzir o número de cruzamentos em nível e melhorar a fluidez do tráfego nos dois sentidos do Viaduto Castelo Branco para acessar o primeiro e segundo subdistritos.

Além disso, as novas pistas do Complexo Santa Teresinha vão contar com acessibilidade para pedestres e ciclistas, para garantir maior segurança viária, além da criação de um parque linear sob os viadutos.50

Mais publicações

Últimas publicações