Ao lado de Doria e Alckmin, Carla Morando coordena homenagem a Montoro

Evento foi realizado na Assembleia Legislativa de São Paulo nesta segunda-feira à noite

 

Ao lado de Doria e Alckmin, Carla Morando coordena homenagem a Franco Montoro. Foto: Divulgação

A deputada estadual e líder do PSDB na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), Carla Morando (PSDB), coordenou, na noite desta segunda-feira (21/10), sessão solene em homenagem ao ex-governador de São Paulo André Franco Montoro (1916-1999). O ato contou com a presença do governador de São Paulo, do João Doria, do deputado e presidente da Alesp, Cauê Macris, do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, do presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, do ex-governador Geraldo Alckmin, e do representante da família, Ricardo Montoro.

Com o plenário Presidente Juscelino Kubitschek lotado, o presidente Cauê Macris concedeu a Carla Morando o lugar da presidência, para a líder do PSDB presidir a sessão. Em seu discurso, a parlamentar enalteceu a memória de Montoro, detalhando sua contribuição à sociedade em uma vida pública de mais de mais 40 anos, em especial aos paulistas. A parlamentar ressaltou um de seus grandes feitos como governador de São Paulo e seu olhar para o desenvolvimento de ações para políticas de violência contra as mulheres.

“Essa é uma noite muito especial. Franco Montoro foi um homem que sempre pensou a frente do seu tempo e lutou em causas sociais e contra a corrupção. Há 34 anos, idealizou e montou a primeira delegacia da mulher, no Centro de São Paulo, em um período em que as leis em proteção as mulheres não eram eficazes e os agressores completamente impunes. Ele deu o primeiro passo em defesa, a nós mulheres”, salientou Carla Morando.

Eleito governador de São Paulo em 1982, administrou o Estado entre 1983 a 1987. Montoro também foi um dos articuladores do comício “Diretas Já” no Vale do Anhangabaú em 1984. Após o processo da redemocratização, discordou junto com outros intelectuais dos rumos em que o seu partido de atuação, o PMDB, estava atuando. Deixou o partido e acabou fundando o PSDB, ao lado do ex-governador Mário Covas e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Com sua trajetória de sucesso, o ex-governador, tornou-se referência nacional para muitos políticos do País.

“O ingresso do meu pai na vida política veio através de um convite do Franco Montoro. Também foi pelas mãos dele que eu iniciei a minha trajetória política. Montoro, assim como toda família, era um homem solidário e democrata. Montoro faz falta, muita falta. Ele ajudou a escrever o melhor da nossa democracia. O Brasil deve muito a ele”, disse o governador de São Paulo, João Doria.

Pelas mãos do governador e da líder do PSDB, Ricardo Montoro, filho do ex-governador, recebeu uma placa em homenagem. Emocionado, ele agradeceu pelo carinho. “Eu fico muito satisfeito, em nome de toda a minha família, agradeço a iniciativa. Coragem é a palavra que o definia, ele foi o político que idealizou as Diretas Já”, enfatizou.

Já o presidente nacional do PSDB salientou a história do ex-governador e o orgulho de fazer parte do partido. “Tenho muito orgulho e muita honra de presidir um partido que foi idealizado por Franco Montoro. Um líder, que idealizou e pensou sempre no futuro. Um político íntegro e que deixou uma grande história”, disse Bruno Araújo.

O prefeito de São Bernardo e também marido de Carla Morando, participou da solenidade e prestou homenagem ao ex-governador. “Fiquei muito emocionado nesta sessão. Voltar ao Plenário para falar de Franco Montoro é muito importante. Um político inovador, desde aquela época. Além disso, fico muito feliz de ver a minha esposa e deputada estadual engajada na Assembleia, para falar de um político que sempre priorizou quem mais precisava, o povo”, disse Orlando Morando.